A ORAÇÃO DE HABACUQUE


Habacuque 3:1-15

v.1
– Oração do profeta Habacuque sob a forma de canto.

Oração de adoração

Forma de canto, música. Naquela época somente três pessoas podiam receber visitação do Espírito Santo (Reis, Sacerdotes e Profetas), com algumas exceções na Bíblia (o caso de Ana, mãe do profeta Samuel). Uma das formas de atrair a presença do Espírito Santo era através da adoração a Deus (canto, música instrumental e dança), então, principalmente os reis e profetas usavam muito desse artifício para receber a visitação do Espírito Santo e dessa forma receber a orientação de Deus.

2 Reis 3: 15 – “Ora, pois, trazei-me um tangedor. Quando o tangedor tocava, veio o poder de Deus sobre Eliseu.”

Obs: Por isso que todo o culto deve começar com a adoração e o louvor, pois estes são direcionados a Deus e depois vir a Palavra, pois esta vem de Deus para nós.

v.2 – Tenho ouvido, ó SENHOR, as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó SENHOR, no decorrer dos anos, e, no decurso dos anos, faze-a conhecida; na tua ira, lembra-te da misericórdia.

Alarmado = Inquieto, apavorado, assustado;

Habacuque faz três pedidos ao Senhor: Aviva a sua obra, torne-a conhecida e na ira lembre-se da sua misericórdia.

- Aviva a tua obra

O verbo hebraico hyh (avivar) tem o significado primário de “preservar” ou “manter vivo”, mas também significa “purificar, corrigir e livrar do mal”.

A resposta à oração de Habacuque veio por meio de Jesus, o Filho é o Avivamento da obra de Deus, ou seja, por meio dele é a obra do Senhor foi, está e será preservada, mantida viva (Jo 3:16), foi purificada, corrigida e livre do mal (2 Co 5:17, 21).

A obra do Senhor foi:

Preservada e Mantida Viva - João 3:16 – “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."

Purificada - Tito 2:14 – “o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniqüidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras.”

Corrigida - 2 Co 5:17 – E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.

Livre do Mal - Colossenses 1:13 - “Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor”

Jesus foi a resposta ao primeiro pedido de Habacuque, que foi: “Aviva a sua obra”.

- Torne-a conhecida

Mc 16:15
– “E disse-lhes: ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.” O desejo de Deus sempre foi que sua obra fosse conhecida.

Missão Centrípeta

Fazer essa obra conhecida tem muito haver com a missão centrípeta do povo de Israel. O povo israelita foi escolhido por Deus para fazer conhecido o nome do Senhor a todas as nações da terra, para testemunhar as grandiosas obras do Senhor e preparar o caminho da chegada do desejado das nações – Jesus Cristo.

Deus utilizou um método para Israel cumprir sua missão de atrair as nações para Ele. Este método e definido como missão centrípeta, servia como ima espiritual que atraísse os povos de outras nações a fim de levá-las a obediência das leis divinas. A principal ferramenta deste método usado por Deus era a própria lei, que ensinava ao povo, além de como viver perante Deus, alguns hábitos de vida que os destacavam em relação aos demais povos. Hábitos de higiene, alimentação, comportamento, tudo para que o de Israel se tornasse um diferencial no mundo.

Missão Centrífuga

O Novo Testamento e um livro de missões. Jesus designou a sua igreja evangelizar todos os povos. Assim como Israel tinha uma missão de atrair os povos para as leis divinas (missão centrípeta), a igreja recebeu a missão de levar a Palavra de Deus a todos os povos. A natureza da missão da igreja e centrifuga. Isto requer da igreja levar as boas novas de Cristo as nações. A Missão Centrifuga da Igreja: Ir para fora – levar o Evangelho para todos os povos.

- Esse segundo pedido está sendo cumprido por nós que formamos a Grande Comissão e se concretizará quando todos ouvirem acerca do Evangelho de Cristo.

- Na tua ira, lembra-te da misericórdia

2 Co 5:21 - Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus.

Justiça de Deus – É a habilidade que temos de permanecer na presença de Deus, sem qualquer sentimento de medo, culpa ou inferioridade, como se o pecado nunca houvesse existido.
Misericórdia = Graça.

Rm 5:16 – “O dom, entretanto, não é como no caso em que somente um pecou; porque o julgamento derivou de uma só ofensa, para a condenação; mas a graça transcorre de muitas ofensas, para a justificação.”

Rm 5:20 – “Sobreveio a lei para que avultasse a ofensa; mas onde abundou o pecado, superabundou a graça”

A lei foi criada por Deus para revelar ao próprio homem o que ele, o homem era, e também realçar as suas ofensas, ou seja, o pecado, as transgressões, mas a Graça vem revelar para o homem quem é Deus e cobrir as transgressões.

Antes, onde havia abundancia de pecado e transgressões, existia um juízo de Deus para dizimar, acabar com tudo. Hoje, Deus responde com Graça.

v.3 – “Deus vem de Temã, e do monte Parã vem o Santo. A sua glória cobre os céus, e a terra se enche do seu louvor.”

A vinda de Deus, do seu socorro, era sempre associada a lugares altos. O profeta está falando do próprio Jesus, o Santo de Deus.

A terra se enche do seu louvor – Fala-se aqui, não da glorificação que parte da boca dos povos, mas sim da Sua majestade na revelação do Seu Poder e Glória. Aqui demonstrava um ato de Deus para com a humanidade e não ao contrário, ou seja, Habacuque já sabia que Deus haveria de providenciar o socorro do povo de Deus.

Jo 14:13 – “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho.”

v.4 – “O seu resplendor é como a luz, raios brilham da sua mão; e ali está velado o seu poder.”

Aqui o profeta reconhece o poder de Deus. Ele utiliza o termo resplendor, que significa a mesma Glória compartilhada com Moisés quando esteve na presença de Deus. Interessante é que o profeta fala que o raios brilham das mãos de Deus e foi com a Sua mão que Deus protegeu Moisés na fenda da rocha. (Ex 33:22-23)

Dt 5:15 – “porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito e que o Senhor, teu Deus, te tirou dali com mão poderosa e braço estendido; pelo que o Senhor, teu Deus, te ordenou que guardasses o dia de sábado.”

Js 4:24 – “Para que todos os povos da terra conheçam que a mão do Senhor é forte, a fim de que temais ao SENHOR, vosso Deus, todos os dias.”

Sl 89:13 – “O teu braço é armado de poder, forte é a tua mão, e elevada, a tua destra."

Jo 10:29 – “Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.”

Conclusão

A posição de Habacuque diante da adversidade foi a de adorar a Deus.

At 16:25-26 – O louvor e adoração a Deus é capaz de nos libertar dos mais vis cativeiros. Paulo e Silas foram lançados no cárcere interior, ou seja, abaixo das demais celas. Nesse cárcere eram lançadas as fezes dos demais prisioneiros.

2 Cr 20:15-22 – O louvor e adoração a Deus nos faz vencer batalhas.

- A única coisa que Deus busca, são os verdadeiros adoradores.

Jo 4:23-24 - “Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.”

- Adoradores amam a Deus e o conhece, por isso não vivem entristecendo o Pai, cometendo pecados e com sua falta fé.

- Adoradores não se abalam, pois sabem em quem confiam;

- Adoradores amam aos seus irmãos, o suportam em amor e os servem;

- Adoradores são gratos ao Pai por tudo e em tudo;

- Adoradores andam no Espírito e evidenciam o Fruto do Espírito.

Adoração é um estilo de vida e não só um momento dentro de um culto.

Sejam abençoados pela prática da Palavra.

Acessem: http://nucleo-de-treinamento.blogspot.com/

 

Instituto Bíblico Hagios

Facebook

Vídeos